Compartilhar Inscreva-se

Contabilidade: a melhor ferramenta para um excelente desempenho financeiro

Contabilidade: a melhor ferramenta para um excelente desempenho financeiro

O desempenho financeiro de uma empresa está diretamente ligado com a maneira como a sua contabilidade está estruturada.

A contabilidade utiliza dados do departamento financeiro para gerar suas análises, é a responsável por adequar a tributação da empresa, evitando que os gestores paguem mais tributos do que deveriam e, consequentemente, impacta de modo positivo nas finanças do negócio.

Neste artigo, você entenderá, de fato, como funciona essa relação para organizar a sua empresa de modo que finanças e tributos possam andar de mãos dadas com as ações da contabilidade. Acompanhe!

Como medir o desempenho financeiro de uma empresa?

Inicialmente, você precisa entender quais são os principais aspectos para medir o desempenho financeiro de uma empresa. Lembrando que a contabilidade tem participação ativa na mensuração de todos eles.

Liquidez

A liquidez e seus índices apontam para capacidade de pagamento da empresa e tem natureza exclusivamente financeira. Eles demonstram se o negócio é capaz de honrar com todos os seus compromissos financeiros de curto ou longo prazo.

Lucro

Já o lucro e seus índices apontam para a riqueza gerada pela empresa e tem natureza exclusivamente econômica. Basicamente, ele é a diferença entre a receita e os custos e despesas incorridos em determinado período.

Rentabilidade

Por sua vez, a rentabilidade e seus índices têm simultaneamente natureza financeira e econômica, pois apontam a proporção da riqueza gerada pela empresa em relação ao investimento efetuado pelos sócios ou com capital próprio (Lucro/Investimento).

A rentabilidade também deve ser analisada sob a perspectiva econômica do custo de oportunidade.

Como mensurar o desempenho econômico?

A mensuração do desempenho econômico pela contabilidade requer respeito ao regime de competência, portanto é importante que se observe:

  • a correta apropriação de despesas antecipadas, como seguros, taxas de anuidades diversas, dentre outros gastos;
  • o momento de reconhecimento de encargos dos diversos tipos de instrumentos financeiros;
  • a avaliação ao valor justo e ao valor presente de ativos e de passivos.

Contudo, ainda são muitas as empresas com obrigações atrasadas ou realizadas apenas para o atendimento às exigências legais e tributárias.

Em uma troca de um equipamento industrial por meio de financiamento, por exemplo, trata-se de uma ação que envolve aplicação e captação de recursos. Nesses casos, como as empresas mensuram seu desempenho financeiro? Com base em quais informações elas tomam suas decisões financeiras de aplicação e captação de recursos? A taxa de juros do financiamento é compatível com o retorno esperado pelo investimento?

É recorrente observarmos profissionais contábeis dedicados ao trabalho para além do complexo cotidiano operacional das inúmeras obrigações legais. Mesmo assim, os gestores de negócios, das pequenas às grandes empresas, acabam deixando esse importante agente em segundo plano, prejudicando, principalmente a médio e longo prazo, o desempenho financeiro.

Como um contador pode auxiliar na gestão financeira de uma empresa?

Agora que você já entendeu quais são os principais indicadores que medem o desempenho financeiro de uma empresa, bem como, os principais problemas da falta de gestão desses elementos, mostraremos como um bom contador pode auxiliar nesse processo, demonstrando em quais pontos ele pode atuar. Vejamos!

Escrituração de documentos gerados na empresa

A primeira área de atuação da contabilidade tem impactos futuros no desempenho financeiro, ela é a escrituração de todos os documentos — atos e fatos que ocorreram na empresa.

Todas as operações comerciais e financeiras geram documentos que precisam ser escriturados e, posteriormente, transformados em relatórios precisos para que o gestor da empresa tome suas decisões.

Esse trabalho de escrituração deve ser feito pelo contador, pois é esse o profissional tem a técnica e prática contábil necessária, bem como, pessoal qualificado e sistemas específicos para essa finalidade.

Fornecimento de informações claras

Com os dados devidamente escriturados, o contador fornecerá uma série de informações sobre o negócio, tudo isso de forma concisa e real, possibilitando que os gestores visualizem possíveis problemas que estejam prejudicando o seu desempenho financeiro.

Com essas informações em mãos, o gestor poderá tomar decisões mais acertadas, com base em dados reais e levando em conta as especificidades do seu negócio.

Conhecimento sobre legislação fiscal e trabalhista

Por fim, a contabilidade contempla profissionais com o devido conhecimento fiscal, evitando um dos principais motivos de redução do desempenho financeiro das empresas: a má gestão tributária — que muitas vezes leva ao pagamento desnecessário de impostos, contribuições e taxas.

Além disso, esses profissionais também podem auxiliar em algumas questões rotineiras relacionadas à área trabalhista, tais como: acompanhamento das situações vinculadas ao contrato de trabalho, emissão de guias, cumprimento de obrigações e atualizações da legislação.

Por que o controle financeiro é importante para a continuidade da empresa?

Aquilo que não é medido, não é controlado! E a contabilidade é o método universalmente utilizado para medir e mensurar o desempenho financeiro das empresas, sem ela é praticamente impossível mensurar e acompanhar o desempenho financeiro de uma empresa.

Como vimos, manter a contabilidade em dia e uniforme é um desafio, por isso, são poucas as empresas que conseguem atender a esse objetivo sem o auxílio externo.

Nesse sentido, a manutenção de uma consultoria contábil contribui tanto para estruturar e organizar os processos de controle interno quanto para manter os dados contábeis da empresa dentro de um padrão de uniformidade.

Os serviços contábeis servem como um norte para que o empresário tome as suas decisões de forma estratégica, com toda a segurança que o embasamento em dados precisos pode proporcionar, gerando bons resultados financeiros e contribuindo para o crescimento da empresa de forma sólida duradoura.

Enfim, não há como separar a contabilidade do desempenho financeiro de uma empresa. Ambos os conceitos devem andar de mãos dadas, sendo que um gera informação para o outro. O empresário que não abrir os olhos para esse fator pode colocar em risco a sua lucratividade e, consequentemente, a continuidade do negócio.

Se você gostou destas informações, compartilhe este artigo em suas redes sociais. Assim, mais pessoas poderão ter acesso a esse conhecimento tão valioso.

Compartilhe
Dome Expertise Tributária

Dome Expertise Tributária