Compartilhar Inscreva-se

O que é e como implementar a cultura de dados na sua organização?

O que é e como implementar a cultura de dados na sua organização?

Você já ouviu aquela história de que “hoje em dia, tudo são dados”? Pois essa é uma realidade presente no nosso dia a dia. Todos os nossos comportamentos online se transformam em informações, que contribuem para indicadores valiosos no mercado. Resumidamente, isso é uma cultura de dados.

Assim como acontece na vida pessoal, em um ambiente organizacional é possível medir e monitorar dados sobre inúmeros aspectos do negócio. Isso tudo pode ser utilizado para diversos fins como a otimização de processos, a rápida e segura tomada de decisão e fluxos mais eficientes de trabalho.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue com a gente!

O que é a cultura de dados?

A cultura de dados é um hábito organizacional de utilizar a análise contínua de informações como base para a tomada de decisão em diversos processos. De certo modo, trata-se de uma nova abordagem para a gestão dos negócios. Ela permite que a organização transite de um espaço de escolhas intuitivas para um cenário de decisão pautada em dados.

O grande problema é que muitas organizações ainda olham para esses dados de forma isolada, classificando cada departamento com as suas respectivas informações. No entanto, é quando esses indicadores se unem, em uma análise mais ampla, que os insights começam a surgir.

Qual é a importância de investir nessa cultura?

Os dados consolidados podem se tornar um grande ativo para a organização. Sua disponibilidade para todos os departamentos faz com que as equipes possam tomar decisões mais precisas e acertadas sobre esse ou aquele cenário.

O resultado da cultura de dados é a organização do negócio em agrupamentos de informações que realmente façam sentido, tanto sobre a situação interna (como produção, turnover e desenvolvimento humano) quanto externa (como vendas e relacionamento com fornecedores).

Como ela pode ser vantajosa para a organização?

Confira agora alguns dos principais benefícios da cultura de dados.

Otimização de processos

Quando você tem dados concisos, fica mais fácil identificar gargalos, falhas e desperdícios (de tempo e de recursos) nos processos. Assim, a decisão pelo que deve ser mudado se torna mais clara e direta, eliminando aquela tentativa por erro e acerto.

Integração de informações

Para cruzar dados, é preciso integrar informações de diversos setores. Com isso, as equipes têm acesso ao modo como a organização está funcionando no todo e não somente em partes. Isso facilita o trabalho, aumenta o conhecimento sobre o negócio e melhora muito o acesso a informações importantes.

Auxílio na tomada de decisões

Como você viu, a cultura de dados pode transformar o modo como um gestor toma suas decisões. Em vez de decidir pelo achismo, ele pode assumir os dados como balizadores e entender, a partir deles, qual seria a melhor alternativa para o negócio em um determinado momento.

Garanta que você não está pagando mais tributos do que o necessário - Converse com um especialista

Como implementar a cultura de dados?

Para implementar a cultura de dados na organização é simples. Em um primeiro momento, você precisará trabalhar a mentalidade da equipe. Os líderes devem conduzir essa nova forma de pensar e processar as informações, além de deixarem claro o quanto isso é benéfico para o dia a dia de todos no negócio.

Depois disso, é chegada a hora de desenvolver uma comunicação transparente, que sirva para instruir os colaboradores à utilização das ferramentas utilizadas. Isso é essencial para que eles realmente percebam e reconheçam o valor dessa mudança.

A partir de então, é chegada a hora de compartilhar as análises de dados para que as equipes experimentem e passem a tomar suas decisões com base nelas. Assim, eles passarão a se adaptar e, aos poucos, entenderão como usar os dados a seu favor.

Tudo isso é possível com o uso de bons softwares e, é claro, uma orientação constante sobre o processo de adaptação. Os bancos de dados, o BI, o ERP e o CRM são apenas algumas das ferramentas que podem ser utilizadas para otimizar a rotina organizacional.

Se você gostou deste conteúdo, não deixe de compartilhar este post em suas redes sociais!

Compartilhe
Dome Expertise Tributária

Dome Expertise Tributária