Compartilhar Inscreva-se

Entenda como funciona uma auditoria interna para área contábil

Entenda como funciona uma auditoria interna para área contábil

A auditoria na área contábil é uma ferramenta importante para a avaliação dos controles internos das empresas, através da qual, é possível validar se os registros contábeis estão corretos.

A execução do processo de auditoria interna possui grande relevância diante do contexto econômico do nosso país, considerando ainda o fato de que muitas empresas cresceram, necessitando de um acompanhamento efetivo sobre os saldos das suas contas contábeis.

Nesse sentido, os benefícios obtidos pelo processo de auditoria contábil alcançaram também as pequenas e médias empresas. Além disso, atualmente, a auditoria se tornou um procedimento essencial para garantir que a contabilidade dessas empresas esteja compliance e, ainda, que proporcionem o efetivo resultado.

Neste artigo, apresentaremos os conceitos, procedimentos e a importância da auditoria para a área contábil. Por isso, acompanhe-nos nesta breve leitura!

Quais são os principais procedimentos da auditoria para área contábil?

Na área contábil, a auditoria é um procedimento que segue alguns padrões estabelecidos por legislações específicas. Portanto, para atingir o resultado esperado, é necessário que os profissionais de auditoria, em conjunto com as demais áreas da empresa, verifiquem alguns detalhes importantes, abaixo mencionados.

O planejamento da auditoria é regulamentado pela NBC TA 300 (R1), ou seja, estamos diante de um trabalho regulamentado por norma específica. Nesse sentido, o auditor realizará alguns procedimentos, que iremos dividir em alguns tópicos para facilitar o entendimento.

Verificação do ambiente empresarial e planejamento da auditoria

O primeiro desafio do auditor será conhecer a empresa que será submetida à análise de sua parte contábil. Nessa etapa, são coletadas informações relevantes sobre a empresa, consulta de seus manuais e outros documentos.

Com base nessas informações, o auditor irá definir a estratégia mais eficiente para aquele procedimento de auditoria. Sendo assim, ele elaborará um planejamento de trabalho para que, tanto ele quanto a gestão da empresa, tenham em mãos um guia detalhado sobre o procedimento que será realizado.

A NBC TA 300 traz algumas determinações sobre a forma que o planejamento deverá ser feito. Entre elas, podemos destacar:

  • estabelecer uma estratégia global de auditoria, identificando as características do trabalho, alcance, objetivos do relatório, entre outras;
  • a fixação de um plano de auditoria que deve conter a natureza, época e extensão dos procedimentos a serem analisados;
  • documentação dos elementos necessários para a execução dos trabalhos.

Análise dos controles da empresa

Feito isso, serão documentados e detalhados todos os controles contábeis internos realizados pela empresa. Dessa forma, o auditor fará uma análise preliminar para verificar se existem pontos fracos na área contábil que possam gerar problemas futuros.

Ainda nesta etapa, o auditor realizará um procedimento chamado de Teste de Controle ou Observância. O objetivo desse procedimento é verificar se a empresa está cumprindo com todas as normas prescritas nos seus próprios manuais ou nas determinações contábeis aplicáveis às empresas brasileiras.

Teste substantivo

Após a análise dos controles contábeis da empresa, bem como a elaboração do primeiro teste de controle, o auditor contábil realizará outro tipo de verificação: ele executará os chamados Procedimentos Substantivos, buscando assegurar a exatidão e veracidade dos valores e informações contidas nas demonstrações contábeis da empresa.

Emissão do parecer de auditoria

A última etapa será a emissão do parecer de auditoria. O profissional responsável pelo procedimento avaliará todos os resultados obtidos nos testes realizados e revisará os pontos necessários, adequando as demonstrações contábeis e outros documentos relacionados.

Assim, ele demonstrará os erros, pontos fracos e outras necessidades que precisam ser atendidas, com o objetivo de deixar a empresa compliance com as suas obrigações contábeis. 

Quais são os controles internos que a empresa deve manter?

A auditoria área contábil poderá gerar inúmeros resultados para sua empresa, necessitando para tanto que a empresa esteja em dia com seus controles internos. Portanto, é necessário que a sua contabilidade seja realizada dentro dos padrões exigidos pelas legislações e obedecendo aos prazos determinados por elas.

Sendo assim, é necessário manter alguns controles internos, que serão submetidos à avaliação do auditor contábil responsável pelo procedimento. Nesse sentido, é importante que você tenha:

  • Balanços Patrimoniais;
  • Demonstrações de Resultado;
  • Demonstrações do Fluxo de Caixa;
  • Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido;
  • Controles de estoque, clientes e fornecedores, entre outros.

Com qual periodicidade deverá ser realizada a auditoria contábil?

Uma dúvida muito frequente dos empresários é sobre a periodicidade que a auditoria deve ser realizada na sua empresa. Sobre este ponto, o prazo pode variar muito de uma empresa para a outra.

O interessante é que o empresário tenha a sensibilidade de entender a necessidade desse procedimento em seu negócio e que, principalmente, saiba identificar o momento ideal para realizar esse tipo de ação dentro do seu empreendimento.

Além disso, dependendo do porte da empresa e da sua necessidade de análise das informações contábeis, esse procedimento pode ser necessário entre períodos mais curtos. Algumas empresas podem realizá-lo a cada 12 meses, outras em 24 meses. Enfim, tudo dependerá do tipo, porte e necessidades do negócio.

Qual a importância da auditoria contábil para o futuro da empresa?

Agora que você entendeu como esse procedimento funciona, mostraremos a importância dele para o seu negócio. Um dos primeiros benefícios que podem ser percebidos é a adequação de suas demonstrações contábeis, permitindo que elas forneçam informações seguras e corretas.

Isso permitirá que os gestores tenham em mãos relatórios emitidos com o máximo de exatidão, possibilitando que suas decisões estejam em conformidade com as necessidades da empresa, gerando resultados positivos ou evitando riscos financeiros futuros.

Outro ponto que merece destaque é a segurança quanto a possíveis riscos de fraudes contábeis. A auditoria analisará seus documentos contábeis e apontará pontos falhos que podem, no futuro, gerar graves problemas. Assim, o gestor será orientado sobre a melhor forma de coibir práticas fraudulentas.

Diante de todas essas informações, podemos concluir que a auditoria contábil é um procedimento fundamental para a segurança contábil da empresa. Além de garantir que a contabilidade forneça as informações necessárias para a tomada de decisão, a auditoria irá fornecer também uma blindagem quanto a possíveis problemas futuros.

Gostou destas informações? Quer continuar aprendendo sobre o assunto? Então, confira o artigo que preparamos para você. Nele, mostraremos algumas estratégias eficientes para você escolher uma assessoria contábil adequada ao seu negócio.

Compartilhe
Dome Expertise Tributária

Dome Expertise Tributária